FONE: 61 3012-7500

Rua B, Qd. 06 - Lt. 01 e 02 s/nº Parque Rio Branco
72.870-007, Valparaíso de Goiás, Go Funcionamento: 08:00 às 18:00

CRAS

27/09/2018 às 11:42
CLIQUE PARA AMPLIAR

CRAS IPANEMA REALIZA DINÂMICA EM GRUPO COM JOVENS MORADORES DO BAIRRO

A ação faz parte do movimento Setembro Amarelo

O Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) do bairro Ipanema aderiu ao movimento do setembro amarelo com o intuito de promover eventos que abram espaço para debates sobre suicídio, além de divulgar o tema e alertar a população sobre a importância de sua discussão e prevenção. A ação aconteceu nos dias 20 e 21 de setembro. 

A dinâmica em grupo aconteceu com a parceria da comunidade, com jovens de 12 a 15 anos do bairro com o psicólogo Luiz Henrique com o tema “Enfrentamento de crise e como reagir perante as dificuldades”. A ação se deu por meio de dinâmicas em grupo e ressocialização. 

Segundo o professor Lacerda do Centro de Valorização da Vida - CVV, entidade de apoio emocional e prevenção do suicídio, o município de Valparaíso de Goiás foi efetivo na implementação de fortalecimento do tema. “Parabéns a todos de Valparaíso que de uma forma muito sensível está instrumentalizando e propagando o projeto Setembro Amarelo. Aqui a prefeitura pegou a ideia e fez acontecer, foi efetiva, o que é importante, além de assumir essa responsabilidade com implementação e fortalecimento da rede. Isto é fundamental e gratificante”, pontuou. 

Falar é a melhor opção! 

O suicídio tem sido um mal silencioso, pois as pessoas fogem do assunto e, por medo ou desconhecimento, não veem os sinais de que uma pessoa próxima está em estado de profunda depressão. 

Quando as pessoas dizem “eu estou cansado da vida” ou “não há mais razão para eu viver”, elas geralmente são rejeitadas, ou então são obrigadas a ouvir sobre outras pessoas que estiveram em dificuldades piores. Nenhuma dessas atitudes ajuda a pessoa sob risco de suicídio. Então, A TAREFA MAIS IMPORTANTE É OUVI-LAS EFETIVAMENTE. 

Ouvir é por si só o maior passo para reduzir o nível de desespero suicida. O objetivo é dar à pessoa a esperança de que as coisas podem mudar para melhor. De acordo com o terapeuta integrativo Marcos Santana, vice-presidente da Frente Parlamentar de Valorização da Vida do DF, a intenção do projeto desenvolvido no município de Valparaíso de Goiás é quebrar o tabu. “Falar sobre a valorização da vida é de uma importância muito grande, temos que atender todo o público que está vulnerável e por isso trouxemos cursos para gerar multiplicadores no município. ”, lembrou.

Quem se interessar pelo trabalho pode se tornar um voluntário que escute essas pessoas. Vale lembrar que o CVV – Centro de Valorização da Vida realiza apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo por telefone, e-mail e chat 24 horas todos os dias. 

Junte-se a nós, seja solidário e abrace a vida você também! 

Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Valparaíso de Goiás

MAIS FOTOS
Nucleo Desenvolvimento