ACESSIBILIDADE MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE TAMANHO DA FONTE:
  • A+
  • A
  • A-
Acessibilidade

POSTADO EM 15 set 2022 · Sem categoria

Câmara realiza Sessão Especial em homenagem ao Aniversário de 164 anos da Polícia Militar

A Câmara de Valparaíso de Goiás, realizou nesta quarta-feira, 14 de setembro, Sessão Especial em homenagem ao Aniversário de 164 anos da Polícia Militar.

Estavam presentes representantes dos Batalhões da Polícia Militar de Goiás (PMGO) e as unidades especializadas: Batalhão Rural, Choque, Rotam, Comando de policiamento das divisas e Grupo de Patrulhamento Tático.

Segundo o autor da proposição, vereador Alceu Gomes, a PM celebra 164 anos de história, tradição e garantia de segurança pública em nosso estado.

Para a Instituição, a PMGO é o maior patrimônio e confiança das pessoas. “A cada dia, a PMGO reconstrói sua história, aprimorado seu presente e planejado seu futuro, tendo como alicerce fundamental o trabalho digno, devotado e altaneiro dos milhares de homens e mulheres que dedicam suas vidas ao bem-estar de todos e que por isso, são motivos de orgulho para a sociedade goiana”.

Em sua fala, o Coronel Giovane Rosa da Silva, Comandante do 5º Comando Regional da Polícia Militar destacou o trabalho do  Gabinete de Gestão Integrada implantado pelo Município de Valparaíso. “Estaremos fortemente caminhando ombro a ombro com todos que compõe esse Gabinete que é diferenciado em Valparaíso”, pontuou.

Giovane também elogiou o comando e a tropa do 20º Batalhão que, por sua atuação excepcional nas operações, registrou 100 dias sem homicídios, um índice zero no observatório. “Primeiramente nós nos colocamos na presença de Deus e vamos com muita força, coragem  e fé para manter esses índices e continuar dando tranquilidade pública, ordem social e pacificação social para que Valparaíso possa ser essa cidade pujante e emergente no cenário do Planalto Central, de todo o Estado Goiás e sendo esse satélite de desenvolvimento”, concluiu.

As homenagens foram entregues às autoridades militares escolhidas por representarem agentes que têm prestado relevantes serviços à comunidade goiana. Confira os nomes:

Homenageados do Vereador Jabá

3º SGT Onofre do Carmo de queiroz

3º SGT Eliete Pereira de Almeida

Cabo Leonardo César Neves de Souza

Homenageados do Vereador Edson Negão

2º SGT Germi Ribeiro Guimarães

CABO Erivan Silva

1º SGT Hélio Veloso Lima

Homenageados do Vereador Flávio Lopes

Tenente Coronel Cláudio Fernandes de Sousa

Major Eric Chiericato

Tenente Valdilon Custódio da Silveira

Homenageados do Vereador Tião da Padaria

Sgt Anderson Pessanha de Aguiar

Ten João Daniel Gomes Fonseca

Capitão Luiz Fernando da Silva Moreira

Homenageados do Vereador Alceu Gomes

Capitã Shelita Pereira dos Santos

Coronel Giovane Rosa da Silva

Cabo Débora Silva de Lima

Homenageados do Vereador Fábio Moraes

Soldado  Carlos Soares Araújo Neto

Soldado  Leandro Ferreira Farias

Soldado  Renato Carvalho Brito

Homenageados do Vereador Jorge Recife

Cabo  Davimiranda dos Santos

3° SGT Danilo Borges Ferreira

2° Tenente Ronaldo Silva de Oliveira

História da PMGO

Em 28 de julho de 1858, o então presidente da “Província de Goyaz”, Doutor Januário da Gama Cerqueira, sancionou a resolução nº 13 criando a Força Policial de Goyaz, cuja área de atuação limitava-se a região da capital da província (Vila Boa), Arraial e Palma. Seu efetivo inicial era composto por: 01 (um) Tenente (João Pereira de Abreu), 02 (dois) Alferes (Aquiles Cardoso de Almeida e Antônio Xavier Nunes da Silva), além de 02 (dois) sargentos, 1 (um) Furriel e mais 41 (quarenta e uma) praças.

Os integrantes da primeira força policial no Estado de Goiás eram civis contratados que não usavam armas de fogo, apenas cassetetes. Em 1865, as tropas goianas atuaram na Guerra do Paraguai fornecendo mantimentos aos militares em combate. O Capitão João Fleury Alves de Amorim foi o primeiro comandante da polícia goiana, tendo sido nomeado em 1884. O primeiro quartel foi adquirido em 1863 na histórica Cidade de Goiás e possuía uma área de 724m² que sediou o Comando da Instituição até o ano de 1936. Atualmente, nessa mesma área funciona o 6º Batalhão da Polícia Militar.

Um importante marco que ocorreu na primeira metade do século XX foi a transferência da capital para Goiânia. Em novembro de 1935, o efetivo da 2ª Companhia Isolada foi enviado à nova capital, dando origem ao 1º Batalhão de Infantaria, atualmente denominado Batalhão Anhanguera. A partir da instalação desta unidade pioneira surgiram diversos quartéis e também a primeira escola de formação de praças.

Em 1938 é criado o Comando Geral da corporação sendo nomeado o Major Arnaldo de Morais Sarmento para a função de Comandante Geral. Desde sua origem, a Instituição atuou sob diversas nomenclaturas, dentre elas: Força Policial de Goyaz; Companhia de Polícia de Goyaz; Batalhão de Polícia de Goyaz; até que em 1º de julho de 1935, estabeleceu-se a denominação que prevalece até hoje: Polícia Militar de Goiás.

Ao longo de sua existência a Polícia Militar de Goiás cresceu e se desenvolveu significativamente com a criação de várias unidades operacionais na capital e interior, tornando-se verdadeiro patrimônio dos goianos. Nossa visão de futuro se manifesta na constante adequação das práticas policiais militares à realidade e as exigências sociais que o país e, mais especificamente, o Estado de Goiás, atravessam.

Por isso, a PMGO investe no patrulhamento constante de sua tropa, na modernização de seus métodos de atuação, bem como, na aquisição de equipamentos e na implementação de estratégias focadas na operacionalidade e na proximidade com o cidadão.

Mesmo com o pensamento voltado para a constante modernização, a Polícia Militar preserva as tradições e valores que a caracterizam: profissionalismo, confiabilidade, disciplina, hierarquia, honestidade, respeito e legalidade.

Clique AQUI e confira a sessão na íntegra!

Veja todas as fotos AQUI

Câmara de Valparaíso de Goiás

Conectada com Você

Conectada com Valparaíso

 

Assessoria de Comunicação da Câmara de Valparaíso de Goiás

Com informações da Polícia Militar de Goiás 

Texto: Juliana Gentila

Fotos: Cleben Lopes